O que há de mais quente na estreia da Stock Car em 2022

Ex-rivais no mesmo carro, um prodígio que retorna, a família Piquet, emoção para Barrichello, a luta pela supremacia e outras histórias que entrarão na pista em Interlagos neste domingo 

 

Grande atração na abertura da temporada 2022 da Stock Car Pro Series, a Corrida de Duplas regressa ao calendário no próximo domingo (13), em Interlagos, trazendo à tona histórias emblemáticas. A prova terá largada às 13h55, com transmissão ao vivo pela Band, Sportv e mídias da categoria.
Em sua quinta edição, esta etapa especial contará com competidores de idades variando entre 18 e 50 anos e com passagens por categorias como Fórmula 1, Indy, Mundial de Endurance, Fórmula E, Nascar, Fórmula 2, Fórmula 3 e a Stock Series, por exemplo. A seguir, elencamos 13 duplas com histórias curiosas, tensas ou emotivas. Confira:

13 DESTAQUES NA PISTA
Meu malvado favorito: Massa convida Timo Glock
Equipe Lubrax Podium, Chevrolet Cruze #19

Felipe Massa mostrou personalidade na escolha do parceiro. Em 2008, justamente em Interlagos, Massa estava na Ferrari e conquistou a vitória que o faria campeão desde que Lewis Hamilton, da McLaren, terminasse de sexto para trás. Glock, da Toyota, estava na pista com pneus slicks. A chuva apertou. No meio da última volta, quando era quinto, o alemão foi ultrapassado por Hamilton, que assim conquistou seu primeiro título. Houve dúvidas: Glock desacelerou? Prejudicou o brasileiro? Com essa escolha, Felipe deixa claro que não.

O melhor do grid: Marcos Gomes
Cavaleiro Sports, Chevrolet Cruze #80

Em toda a história da Corrida de Duplas, Marcos Gomes é o piloto mais bem-sucedido, com três pódios em quatro edições. Vencedor em 2016, em Curitiba, ao lado de Antonio Pizzonia, o filho de Paulão terminou em 2º no ano da conquista do seu título, 2015, em parceria com o australiano Mark Winterbottom. E foi o terceiro com Mauro Giallombardo em 2014. Nesta quinta edição da disputa, Gomes, hoje com 37 anos, vai dividir o carro com Beto Cavaleiro, 50 anos. A dupla tem a maior média etária do grid: 43,5 anos.

Dia de emoção para Barrichello
Full Time Sports, Toyota Corolla #111

Rubens Barrichello convidou seu filho mais velho, Dudu, para dividir com ele pela primeira vez o volante de um Stock Car. O herdeiro de 20 anos teve a chance de estrear na categoria como substituto do argentino Matías Rossi em duas etapas de 2021, inclusive com um top-10 em Curitiba. Desta vez, o jovem viverá uma comparação direta com o pai, de 49 anos. Não será fácil: Rubens está na pista que ele classifica como seu quintal de casa. Sempre emotivo, o pai-coruja certamente será flagrado com lágrimas nos olhos.

Mestre e aprendiz: Hellmeister e Baptista
Equipe RCM Motorsport, Toyota Corolla #44
O convite de Bruno Baptista, 24 anos, é quase uma homenagem. A caminho da sua quinta temporada na Stock, o piloto da RCM vai compartilhar o volante com seu antigo mestre, Allan Hellmeister. Campeão em categorias como a GT Brasil e a Porsche Cup, Hellmeister, 35 anos, disputará sua terceira Corrida de Duplas. E reencontrará o pupilo de quem foi coach na campanha que levou Bruno ao título da antiga F-4 Sul-Americana em 2014. Bruno aprendeu bem: é uma das boas apostas para vitórias na Stock Car na temporada 2022.

Orgulho do Nelsão: Pedro e Nelsinho Piquet
TMG Racing, Toyota Corolla #33
Nelsinho Piquet, 36 anos, deu uma pausa em sua carreira na Stock Car em 2021, após disputar apenas 14 das 24 corridas. De volta e com ânimo renovado, o primeiro campeão mundial da Fórmula E surpreendeu ao formar uma interessante dupla 100% Piquet: competirá neste domingo ao lado do irmão, Pedro, de 23 anos. Em uma nova equipe, a TMG, e com um parceiro ainda estreante, Nelsinho terá um desafio pela frente. Mas é inegável: a dupla tem o DNA certo para fazer uma grande apresentação.

Jovens vorazes: Casagrande e Robe

Vogel A.Mattheis, Chevrolet Cruze #83
Gabriel Casagrande, o atual campeão, 26 anos, se consolidou como um dos expoentes da nova geração do automobilismo brasileiro depois de derrotar em 2021 os maiores pilotos do país. Para a Corrida de Duplas, o piloto paranaense unirá forças com outro jovem de grande impetuosidade: o gaúcho Gabriel Robe, 24 anos, campeão da Stock Series em 2017 e atual vice da categoria de acesso, em busca de um (há muito merecido) lugar ao sol na Stock principal.

A volta do prodígio Felipe Fraga
Crown Racing, Chevrolet Cruze #0
Mais jovem vencedor de corrida na Stock Car (aos 18 anos) e mais precoce campeão (21 anos), Felipe Fraga foi convidado para formar uma dupla no mínimo intimidadora ao lado do pentacampeão Cacá Bueno (maior vencedor de corridas e títulos em atividade). É uma aliança que reúne seis títulos no Chevrolet Cruze #0. Fraga, que disputou sua mais recente temporada na Stock em 2019, chega a Interlagos laureado pela vitória nas 24 Horas de Daytona na classe LMP3, no último dia 30 de janeiro.

Thiago Camilo em busca da supremacia
Ipiranga Racing, Toyota Corolla #21

Empatado com Cacá Bueno como maior vencedor na Stock Car Pro Series dentre os pilotos em atividade, com 37 primeiros lugares, Thiago Camilo jamais venceu a Corrida de Duplas. Mas é um tarimbado vencedor de provas especiais, como mostram seus três triunfos na Corrida do Milhão. Para tentar assumir a posição de primeiro colocado isolado no ranking de vitórias, o experiente piloto de 37 anos traz de volta ao grid um grande nome: o multicampeão brasileiro de kart Dennis Dirani, 34 anos, que retorna à Stock Car depois de seis temporadas.

Tradição e história: Kanaan e Fittipaldi
Full Time Bassani, Toyota Corolla #6

Campeão da Indy em 2004 e vencedor das 500 Milhas de Indianápolis em 2013, Tony Kanaan é uma das grandes bandeiras do automobilismo nacional no exterior. O baiano de 47 anos abre em 2022 sua segunda temporada na Stock Car. Na Corrida de Duplas, vai dividir a pilotagem do Toyota Corolla #6 da Full Time Bassani com Pietro Fittipaldi, último brasileiro a correr no Mundial de F1, e neto de Emerson Fittipaldi. Na soma, é a dupla de maior tradição do grid.

Impondo respeito: Zonta e Danilo Dirani
Shell RCM Motorsports, Toyota Corolla #10

Piloto de 36 GPs no Mundial de Fórmula 1, Ricardo Zonta está sempre entre os candidatos à vitória e títulos na Stock Car Pro Series. Quarto colocado em 2021, o curitibano de 45 anos aposta na velocidade e experiência: ele terá como convidado Danilo Dirani, 39 anos, um craque que já se sobressaiu em quase tudo, da F-3 Sul-Americana à Copa Truck, Porsche Cup, Stock Series e a própria Stock Car. Experiente e rápida, a dupla impõe respeito.

”Molecada atrevida”: Gianluca Petecof e Arthur Leist
Full Time Sports, Toyota Corolla #101
Gianluca Petecof e seu convidado, Arthur Leist, formam a dupla mais jovem do grid. Petecof, 19 anos, ex-integrante da Academia de Pilotos da Ferrari, vice-campeão da F4 Italiana em 2019 e campeão da Fórmula Regional Europeia em 2020, estreia na Stock Car tendo na bagagem os 40 pontos necessários para a superlicença na Fórmula 1. Leist, de 20 anos, foi quarto colocado na Stock Series, com sete pódios, e é uma aposta para uma vaga no grid da categoria principal. Dois guris de muito talento, enfrentando os melhores pilotos do país.

Olho neles: Maurício e Albuquerque
Eurofarma RC, Chevrolet Cruze #90
Unindo experiência e qualidade, o tricampeão Ricardo Maurício, 43 anos, e o português Filipe Albuquerque, 36, formam uma das duplas mais eficientes do grid. Tricampeão, Ricardinho triunfou na Corrida de Duplas de 2015, e venceu nada menos que sete das 24 provas de 2021, mostrando que está no auge da forma. Já Albuquerque ganhou duas vezes as 24 Horas de Daytona (2018 e 2021), além de ter vencido as 24 Horas de Le Mans e o Mundial de Endurance, ambos na classe LMP2, em 2020. O luso soma ainda o segundo lugar na Corrida de Duplas de 2018, com Rubens Barrichello.

Craques consagrados: Serra e Farfus
Eurofarma RC, Chevrolet Cruze #29

Tricampeão da Stock Car Pro Series (2017, 2018 e 2019) e duas vezes vencedor das 24 Horas de Le Mans na classe LMGTE-Pro (2017 e 2019), Daniel Serra traz para a Corrida de Duplas um convidado igualmente vencedor. Aos 37 anos, o piloto da Eurofarma RC vai tentar sua segunda vitória na disputa tendo ao seu lado Augusto Farfus, 38 anos e muitas taças na bagagem. Entre elas, as dos títulos da F-Renault Europeia, F3000 Europeia, 24 Horas de Nürburgring e Daytona, FIA GT World Cup e também o Intercontinental GT Challenge.

Contatos
Rodolpho Siqueira / Fernando Silva / Bruno Vicária
(11) 9 5472 0163

Deixe uma resposta