Com maior grid da história, Gold Classic abre temporada nacional alternando chuva e pista seca

Evento preliminar das Mil Milhas Chevrolet Absoluta dá início à disputa pelos títulos da temporada de 2021 reunindo 64 carros e quase 80 pilotos na pista de Interlagos 

 

Coube à Gold Classic, em sua quarta temporada de existência, dar início às disputas do automobilismo brasileiro em 2021. A maior categoria de carros clássicos e antigos do país teve no último sábado (23) as duas corridas de sua primeira etapa no autódromo paulista de Interlagos. O grid composto por 64 carros foi o mais numeroso da história da categoria. A etapa apresentou um domínio em família: Deninho Casarini, piloto de um Aldee-VW, venceu a primeira corrida, enquanto seu pai, Denísio Casarini, faturou a vitória na segunda com o Willys Interlagos. Eles lideraram todos os treinos do fim de semana.

A programação em Interlagos mesclou várias condições climáticas, fator valorizado pelas corridas: uma aconteceu com pista seca, a outra sobre o asfalto molhado pela chuva. As corridas com grid recorde foram transmitidas ao vivo por canais de YouTube como “Acelerados”, “Box 77” e “High Speed TV”, além do canal por assinatura BandSports – que reapresentou as duas baterias em videotape em sua programação de domingo (24). A etapa emoldurou, ainda, os ritos de lançamento da Revista Grid, lançada em sua primeira edição em edição impressa e em formato digital disponibilizado no Amazon.

O restante do calendário está em fase final de definição. “Normalmente começamos o ano já com todas as datas definidas, mas a época de início do campeonato é sempre março, abril. Desta vez começamos em janeiro, ainda não houve tempo para definirmos os acordos com promotores das categorias que vão nos acolher em seus eventos”, explica o narrador Luc Monteiro, organizador da Gold Classic. “Teremos mais três etapas no campeonato, sempre em pistas do Paraná e de São Paulo, apesar de termos muitos pilotos mineiros e gaúchos no grid, e correr nos estados deles seria uma das nossas intenções”.

A etapa de abertura da temporada da Gold Classic foi atração preliminar das Mil Milhas Chevrolet Absoluta, que reuniu 25 carros no grid no domingo (24). A vitória na prova foi do quinteto formado por Leandro Totti, Eduardo Pimenta, Leonardo Yoshi, Guga Ghizo e José Vilela Magalhães. Eles competiram com o protótipo MRX da LT Team, que tem o motor Honda K20 preparado pela Dacar Motorsport. A primeira e as duas últimas horas da corrida, que teve 291 voltas e duração de mais de dez horas, tiveram transmissão ao vivo do canal BandSports – além da íntegra mostrada por portais de internet.

AS CORRIDAS

A família Casarini dominou o fim de semana. Deninho Casarini, com o Aldee-WV, venceu a primeira corrida na classificação geral e também na classe Premium da Divisão 4, com seu pai Denísio Casarini conquistando a vitória na prova final, com o Willys Interlagos. Na soma de pontos eles ficaram em segundo e terceiro na etapa, vencida pelo paranaense José Carlos Franzói, piloto do Omega da Franzói Racing, que somou um quinto e um segundo lugar. Os irmãos Rodrigo Pimenta e Dimas Pimenta III, com o GM Opala da Dimep, e Paulo Loco Figueiredo, com o Aldee da A1-Martini, completaram o pódio.

Pela classe Stock a vitória na Divisão 4 foi do paulista Ricardo Domenech, que somou uma vitória e um segundo lugar com o GM Opala da RTC Racing Team. Mário Broering, inscrito com o GM Omega da Sidney Paint, teve uma vitória e uma terceira posição, ficando em segundo na somatória. Maurício Gaudêncio, da Careca Competições, e Marcelo Tatsch/Gabriel Bechtold, da Renn Tech, levaram seus Omega ao terceir e ao quinto lugar. Em quarto ficou o Opala da dupla paulista formada por Rogério Barbato e Georges “Gregão” Lemonias, que é um dos organizadores da Old Stock Race.

A Divisão 3 teve todos os pilotos inscritos na classe GT & Protótipos. Inclusive o VW Gol do gaúcho Roberto Lacombe, que subiu ao pódio como primeiro colocado, mas acabou desclassificado da segunda corrida por retirar o carro do parque fechado. A vitória foi atribuída aos paranaenses Thiago Brandt e Rogério Schuhli, com o Aldee-VW da Terraquatro. Heitor Nogueira, com o Espron-BMW da Joes Racing, venceu uma das baterias e foi segundo colocado na etapa, à frente de Lacombe, de Rafael Schuhli, que competiu com o VW Puma da Terraquatro, e de Leonardo Almeida, com o Porsche 914 da HT Guerra.

O mineiro Guilherme Melo venceu as duas corridas da classe GT na Divisão 2 com o VW Puma da Nano-Terraquatro e abriu a temporada como líder na busca pelo bicampeonato. O paulista Reinaldo Cangueiro foi segundo com o Farus TS da Canga Gulf Team, conquistando um segundo e um terceiro lugar. Ficou à frente do Puma de Edgard Xavier, da Shelby Motors, que marcou um quinto e um segundo lugar. A seguir, no pódio, vieram os dois pilotos da Hotel Paddock Racing – Marcelo Kairis, quarto com o Corona Dardo, e Willian Chahine, que terminou em quinto com Puma.

A Divisão 2 é composta também pela classe Turismo, que teve duas vitórias do paulista Alexandre Peppe, piloto do VW Passat da HT Guerra. A dupla paranaense formada por Arthur Bailo e Thiri Lorentz levou o VW Gol da Thiri Racing a dois segundos lugares. O paulista Fernando Morassi, com o VW Passat da Shelby Motors, confirmou o terceiro lugar no critério de desempate, já que teve o mesmo desempenho – um quarto e um terceiro lugar – do mineiro Solon Pezzini, com o VW Gol da Go Racing. O quinto foi Leandro Kairis, também da Hotel Paddock Racing, com um Fiat 147.

Pela Divisão 1, os gaúchos conquistaram as três primeiras posições na classe Speed. Cássio Cortes, da Wessler Racing, ficou com a vitória geral com um primeiro e um segundo lugar. O vice-campeão da etapa foi Norberto Corrêa, estreando na categoria pela Premiocar. Ele marcou um segundo e um terceiro lugar. Moacir Fighera, com equipe própria, somou um terceiro e um quarto lugar, subindo ao pódio em terceiro. O paulista José Augusto Alves Júnior, pela A2 Motorsport, abandonou a primeira corrida, venceu a segunda e ficou em quarto na soma de pontos.

A classe Turismo teve o estreante Ton CostaWagner vencendo as duas corridas da etapa com o VW Passat da Coelho’s Racing. Com um quarto e um terceiro lugar, Wesley Cordeiro, também de Passat, pela A&M Race Team, foi ao pódio em segundo, à frente de Juliano Meira, que levou o VW Voyage da Hotel Paddock Racing. Os dois paranaenses da Red Foot Racing Team completaram o pódio – Fábio Tokunaga foi quarto de VW Gol, à frente de Paulo Henrique Costa, que nesta etapa teve o jornalista paulista Rodrigo França como parceiro na pilotagem do VW Voyage.

 

Mais informações para a Imprensa:
BVP Comunicação – Bruno Vicaria
press@bvpress.com.br
11. 98196.3069

Deixe uma resposta