SECRETARIA DE EDUCAÇÃO AMPLIA NÚMERO DE VAGAS EM CMEIS

Mais de 800 novas vagas foram abertas de janeiro até agora. Município ainda encaminhou contratações de professores, secretários de escola e agentes de apoio

A Secretaria Municipal da Educação está promovendo uma grande reestruturação no atendimento ofertado aos alunos da rede municipal de ensino. Do início do ano até agora foram abertas 815 vagas nos Centros de Educação Infantil (Cmeis) e este número ainda pode ser ampliado com a inauguração do Cmei Rubem Alves, prevista para junho como parte das comemorações do aniversário da cidade. 
 
As novas vagas abertas nos Cmeis só foram possíveis em razão da contratação de novos profissionais. No primeiro quadrimestre deste ano o Município encaminhou a contratação  de 120 professores de Educação Infantil, 100 novos agentes de apoio, 31 professores do Ensino Fundamental, 16 professores de Educação Física e 13 secretários de escola.   
 
A Secretaria de Educação está realizando a adequação de 32 salas de aula nas 36 unidades de Cmeis já disponíveis para remanejar os novos professores. Também foi possível, de acordo com o secretário municipal de Educação, oportunizar à todos os professores em regência de turmas na rede municipal “o usufruto de 33% de sua carga horária em “hora-atividade”, que é o período onde o professor planeja suas atividades, tanto na educação infantil quanto no ensino fundamental. Um grande avanço para a categoria, uma forma de valorizarmos nosso profissional. E, não menos importante, com o desdobramento da carga horária dos professores de Educação Física, está sendo possível disponibilizar aos alunos aulas com profissionais capacitados em cada uma das 51 unidades”, disse Fernando Ferreira Lima.
 
Reforço escolar
 
Atualmente, a Equipe Pedagógica está concentrada nos estudos preliminares que resultarão na oferta de apoio pedagógico (reforço escolar) aos sábados, para alunos matriculados no 5º ano do Ensino Fundamental. “Além disso, o material pedagógico desenvolvido pela equipe está sendo encaminhado para produção, e em breve estará disponível para as 160 turmas distribuídas nas 51 escolas da rede municipal. Completa este quadro a realização de ciclos de formação e capacitação continuada aos profissionais envolvidos nos diversos atendimentos disponíveis na rede municipal de ensino”, destaca Fernando. 
 
As próximas iniciativas incluem a regulamentação da atuação do professor de Apoio à Aprendizagem e do Agente de Apoio Escolar, figuras extremamente necessárias para o pleno atendimento dos alunos portadores de necessidades educacionais especiais.
 
“São medidas administrativas e pedagógicas de reestruturação para melhorar todo atendimento prestado aos alunos, aos professores e profissionais da Educação Municipal de Foz”, enfatiza o secretário.
(AMN)

Deixe uma resposta