Stock Car revela novo formato do campeonato em 2021

Com 24 corridas no mais puro estilo sprint, categoria terá carros e pilotos em aceleração máxima em todas as voltas 

 

Promotora da Stock Car, a Vicar anunciou hoje o novo formato das etapas que serão disputadas em 2021. A principal novidade é a realização de duas corridas seguidas em um inédito formato nonstop em cada uma das 12 etapas. A primeira prova terá 25 minutos e, sem parar os carros no grid, os pilotos farão uma volta de realinhamento, com inversão dos dez primeiros. A seguir, a direção de provas dará a largada para os 20 minutos da corrida 2, em uma sequência que promete promover o mais puro estilo sprint, com pilotos e carros em regime máximo de desempenho em todas as voltas. Com 12 etapas previstas para 2021, a Stock Car somará então 24 corridas no ano – sendo duas por etapa.

As duas corridas de cada etapa terão pontuação individual (veja os detalhes abaixo). Se em 2020 a temporada já foi uma das mais espetaculares da história, com 13 vencedores em 18 largadas e grids com mais de 20 carros em menos de meio segundo, agora a Stock Car promete um ano ainda mais radical com as modificações adotadas para 2021.

“Olhamos cada detalhe do regulamento com o objetivo de melhorar ainda mais o alto nível de 2020. Essa análise, combinada à nossa transmissão ao vivo na TV aberta com a Band e simultaneamente no Sportv, nos mostrou o caminho a seguir”, diz Fernando Julianelli, CEO da Vicar, promotora da Stock Car. “Percebemos em conjunto que alguns detalhes do regulamento poderiam funcionar melhor. E acho que chegamos a um pacote muito interessante, promovendo o tempo todo grandes disputas e consequentemente um show para os fãs”, completa Julianelli.

Confira abaixo as novidades do novo regulamento:

Etapas: serão ao todo 12 etapas no ano, mas distribuídas em dez eventos. Dez etapas serão realizadas no domingo e duas acontecerão aos sábados, em datas e locais a definir. Cada etapa será formada por uma corrida de 25 e outra de 20 minutos, sem os carros pararem no grid e intervalo apenas para uma volta de realinhamento. No total, a temporada somará 24 largadas – contra 18 no ano passado.

Pole position: largar na pole agora concederá dois pontos ao melhor piloto. A formação de largada da segunda prova das etapas será feita pelo resultado da corrida 1, mas com os dez primeiros invertendo a posição durante a volta de realinhamento que separará as duas provas.

Descartes: a Stock estreou em 2020 o descarte dos três piores resultados. Agora será permitido descartar quatro resultados, oferecendo ainda mais oportunidades de tirar da conta situações imprevistas ou injustas, como acidentes ou furos de pneu.

Pontuação: cada uma das 24 corridas de 2021 registrará pontos individualmente, no mesmo sistema de 2020. A primeira prova terá pontuação maior, iniciando com 30 pontos para o vencedor, 26 para o segundo e 22 para o terceiro colocado, chegando ao 20º classificado, que ganhará um ponto. Com duração mais curta, a prova complementar dá ao vencedor 24 pontos, com 20 para o segundo e 18 para o terceiro colocado, também chegando ao 20º classificado com um ponto. A pole da corrida 01 valerá dois pontos extras.

Lastro: a partir de agora o lastro de sucesso chegará até o sexto colocado – em 2020 ia apenas até o quinto melhor posicionado no campeonato. A distribuição é esta: 30, 25, 20, 15, 10 e 5k.

Pit stop: antes feito nas duas provas, agora será somente na corrida 01 da etapa.

Fan push: sucesso desde a sua implantação, as regras permanecem iguais.

Contatos
Rodolpho Siqueira / Bruno Vicaria
(11) 9 5472 0163

Deixe uma resposta