Ricardo Maurício conquista pole que pode ser decisiva em Interlagos

Piloto cravou a 17ª pole de sua carreira na Stock e, se vencer, será campeão independentemente do resultado dos outros dez candidatos 

 

O bicampeão Ricardo Maurício deu um importante passo para tentar seu terceiro título na Stock Car, que disputa a etapa final neste domingo (13) em Interlagos. Maurício cravou a pole position e larga na frente na prova que terá início às 12h30, com transmissão começando 15 minutos antes na Band (TV aberta), Sportv2 e no Youtube oficial da categoria. Entre os onze pilotos com chances matemáticas de alcançar o título, somente Maurício e o líder e o vice-líder da pontuação (Thiago Camilo e Daniel Serra) garantem o campeonato com vitória, independentemente do resultado dos rivais. Ricardo Maurício soma quatro vitórias em Interlagos. Uma boa surpresa no classificatório foi o segundo lugar do jovem Gaetano di Mauro, que pode incomodar os favoritos ao título em Interlagos.
Pela terceira corrida consecutiva, o classificatório da Stock Car acabou se tornando uma demonstração do vigor da maior categoria da América do Sul. Como em Goiânia e Curitiba, onde aconteceram os dois últimos eventos, Interlagos também teve muitos pilotos separados por menos de meio segundo. Durante a fase Q1, única em que todos os competidores entram na pista, do primeiro colocado, Nelsinho Piquet, ao 19º (Átila Abreu), a diferença foi de 0s461. Mas, no Q2, a pole foi conquistada por Ricardo Maurício, que cravou a 17ª pole position de sua carreira na Stock Car. O líder Thiago Camilo largará da 17ª posição, enquanto Daniel Serra sai em sexto. Gabriel Casagrande, que também tentaria ser campeão neste domingo, não participará da corrida após um teste detectar que o piloto contraiu covid-19.
Além de outras informações e estatísticas, confira abaixo os tempos finais do classificatório da última etapa da Stock Car. Os postulantes ao título estão em negrito:
1º – *Ricardo Maurício* (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) – 1min40s916
2º – Gaetano di Mauro (KTF Sports/Chevrolet Cruze) – 1min40s967
3º – *Cesar Ramos* (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) – 1min41s059
4º – *Ricardo Zonta* (RCM Motorsport/Toyota Corolla) – 1min41s108
5º – *Nelsinho Piquet* (Full Time Bassani/Toyota Corolla) – 1min41s129
6º – *Daniel Serra* (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) – 1min41s216
7º – *Guilherme Salas* (KTF Sports/Chevrolt Cruze) – 1min41s240
8º – Galid Osman (Shell V-Power/Chevrolet Cruze) – 1min41s267
9º – *Allam Khodair* (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) – 1min41s315
10º – *Rubens Barrichello* (Full Time Sports/Toyota Corolla) – 1min41s363
11º – Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze) – 1min41s544
12º – *Diego Nunes* (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) – 1min41s562
13º – Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze) – 1min41s601
14º – Felipe Lapenna (Vogel Motorsports/Chevrolet Cruze) – 1min41s662
15º – Bruno Baptista (RCM Motorsport/Toyota Corolla) – sem tempo

( *Eliminados no Q1* )
16º – Matías Rossi (Full Time Sports/Toyota Corolla) – 1min41s776
17º – *Thiago Camilo* (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) – 1min41s846
18º – Rafael Suzuki (Full Time Bassani/Toyota Corolla) – 1min41s853
19º – Átila Abreu (Shell V-Power/Chevrolet Cruze) – 1min41s858
20º – Pedro Cardoso (R. Mattheis/Chevrolet Cruze) – 1min41s923
21º – Cacá Bueno (Crown Racing/Chevrolet Cruze) – 1min42s124
22º – Lucas Foresti (Vogel Motorsports/Chevrolet Cruze) – 1min42s393
23º – Julio Campos (Crown Racing/Chevrolet Cruze) – 1min42s530
24º – Tuca Antoniazi (Hot Car/Chevrolet Cruze) – 1min44s217

Números dos candidatos ao título
1. Thiago Camilo, 238 pontos (3 vitórias, 4 poles, 4 pódios)
2. Daniel Serra, 237 pontos (1 vitória, 5 pódios, 1 VMR)
3. Ricardo Maurício, 231 pontos (2 vitórias, 4 pódios, 3 VMR)
4. Ricardo Zonta, 226 pontos (2 vitórias, 4 pódios, 1 pole)
5. Gabriel Casagrande, 224 pontos (1 vitória, 4 pódios, 2 VMR)
6. Rubens Barrichello, 224 pontos (1 vitória, 3 pódios, 1 VMR)
7. Cesar Ramos, 203 pontos (0 vitória, 2 pódios, 2 poles)
8. Allam Khodair, 195 pontos (1 vitória, 4 pódios, 1 poles, 1 VMR)
9. Guilherme Salas, 190 pontos (1 vitória, 4 pódios, 1 pole)
10. Diego Nunes, 185 pontos (1 vitória, 3 pódios, 3 VMR)
11. Nelsinho Piquet, 180 pontos (1 vitória, 5 pódios)

Pilotos com mais vitórias em Interlagos em todos os tempos

1. Ingo Hoffmann, 26
2. Chico Serra, 14
3. Paulo Gomes, 13
4. Fábio Sotto Mayor, 10
5. Adalberto Jardim e Cacá Bueno, 7
7. Thiago Camilo, 6
8. Alencar Junior, Marcos Gracia, Marcos Gomes e Ricardo Maurício, 4

Vitórias dos pilotos em atividade em 2020
1. Cacá Bueno, 7
2. Thiago Camilo, 6
3. Marcos Gomes, 4
4. Ricardo Maurício, 4
5. Ricardo Zonta, 3
6. Daniel Serra, 2
7. Atila Abreu, 1
8. Nelsinho Piquet, 1

Interlagos na Stock Car
Provas realizadas: 135 (pista com mais provas na história, iniciada em 1979)
Corrida mais recente: 3ª etapa, 23/08/2020, Corrida do Milhão
Vencedor: Ricardo Zonta (Toyota Corolla) 25 voltas em 42min36s582, média de 151,690 km/h
Pole position: Cesar Ramos (Toyota Corolla) em 1min38s800, média de 157,008 km/h
Melhor volta: Marcos Gomes (Chevrolet Cruze) em 1min38s632, média de 157,275 km/h
Líderes: Zonta (16 voltas), Ramos (8) e Gomes (1)
Distância da prova: 25 voltas no circuito de 4.309m, ou 107,725km

Assessoria de Imprensa
Rodolpho Siqueira / Bruno Vicaria / Leonardo Marson
(11) 9 5472 0163

Deixe uma resposta