FESTIVAL LATINO-AMERICANO DE CINEMA TERÁ APOIO DA FUNDAÇÃO CULTURAL

Evento de cinema será realizado simultaneamente em Foz do Iguaçu, Ciudad del Leste e Puerto Iguazu

Em setembro, Foz do Iguaçu se transformará na capital do cinema Latino-Americano.  O evento será  realizado pela produtora 3 Margens  em parceria com a Fundação Cultural. Além da Mostra Competitiva de filmes independentes também serão realizadas oficinas de cinema laboratório de projetos, seminários e mostrar paralelas. Mais de 150 projetos já estão inscritos para participar.
 
Idealizado por uma dupla de estudantes de cinema da Unila, o projeto ganhou apoio da Fundação Cultural de Foz do Iguaçu e das agências reguladoras de cinema de Puerto Iguazu, na Argentina e de Ciudad del Leste, no Paraguai, onde também serão realizadas exibições e atividades. 
 
Felipe Lovo, um dos idealizadores do Festival acredita que a indústria do cinema possa se desenvolver em Foz do Iguaçu  “A gente quer transformar a cidade num polo cinematográfico, com estúdios, editais de fomento, cinema municipal, plano de exibição, e que toda cadeia  possa se sustentar aqui.”, explicou . 
 
“As pessoas estão recebendo muito bem a ideia. Em apenas uma semana de inscrições abertas tivemos 150 inscrições, das mais diferentes regiões do país. Isso, por si só, já coloca nossa ideia entre um dos grandes eventos nacionais.” Completa o acadêmico Mauricio Ferreira, prevendo uma longa vida para o evento que ajudou a idealizar.
 
O Diretor Presidente da Fundação Cultural, Juca Rodrigues, enfatizou a importância de um Festival de Cinema para Foz do Iguaçu e a fronteira.  “É um festival que além de valorizar a arte e permitir o acesso da população ao cinema independente e a películas que não chegam ao interior, é uma importante ação de visibilidade e incentivo com os produtores de cinema e audiovisual”, afirmou Rodrigues.
 
O evento
 
O Festival acontece entre os dias 14 e 22 de setembro, quando serão exibidos filmes independentes que estarão competindo em 9 categorias. O projeto social em torno evento acontece uma semana antes, com o CineBairro, uma mostra de curtas e longa-metragens em espaços alternativos  e escolas da rede pública.
 
Além das mostras de filme serão realizados  workshops, oficinas de cinema, laboratório de projetos, festival de minuto no terminal, e seminários com autores de renome do cinema nacional e da América Latina. O Festival pretende também atrair o público que participará do 13º FORCINE – Fórum Brasileiro de Ensino de Cinema e Audiovisual, que acontecerá na Unila, no mesmo período.
 
As inscrições estão abertas e podem ser feitas até o dia 01 de julho pelo site: http://www.3margens.com/festival
 
Setorial
 
Os produtores de audiovisual já estão se organizando por meio das reuniões setoriais que estão sendo promovidas pela Fundação Cultural em parceria com o Conselho Municipal de Política Cultural. A organização por setor visa dar voz a cada área artística no CMPC e assim garantir a representatividade e a diversidade na formulação das políticas públicas de cultura do município.
(com AMN)

Deixe uma resposta