Turismo Nacional: as estatísticas que definiram os campeões de 2021

Os indicadores contam a história da temporada. Veja no levantamento quem é quem no campeonato encerrado dia 13 de fevereiro 

 

A temporada 2021 do Turismo Nacional se encerrou no fim de semana de 12 e 13 de fevereiro no Autódromo de Interlagos, em São Paulo, e coroou os campeões e destaques da categoria mais raiz do automobilismo brasileiro. Ao todo, foram disputadas 24 corridas na classe Super e outras 24 para o conjunto que engloba as divisões A, B e Sênior.
Os números contam a história da temporada. Sempre considerando os seis mais bem sucedidos em cada item, veja no levantamento abaixo quem é quem nos quesitos vitórias, pódios e na classificação do campeonato:

Categoria Super: 11 vencedores — O campeão da categoria foi o piloto que mais vezes foi ao pódio – o que, apesar de parecer óbvio, nem sempre é o caso. A bordo do seu Volkswagen Gol, Gustavo Magnabosco terminou entre os cinco primeiros colocados em 18 das 24 provas da temporada e somou pontos em todas as corridas.
Mas foi Rafael Lopes quem que mais vezes cruzou a linha de chegada em primeiro, com quatro triunfos. Logo depois, aparecem empatados, com três conquistas, Luís Carlos Ribeiro, Wanderson Freitas, Rafael Barranco e Magnabosco. Nada menos que 11 pilotos venceram ao menos uma vez na Super, enquanto 17 competidores, sendo uma tripulação em dupla, subiram ao pódio.

Vitórias
1) Rafael Lopes (Chevrolet Onix), 4
2) Luís Carlos Ribeiro (Toyota Etios), Gustavo Magnabosco (Volkswagen Gol), Wanderson Freitas (Volkswagen Gol) e Rafael Barranco (Volkswagen Gol), 3
6) Fausto De Lucca (Volkswagen Gol) e Gustavo Mascarenhas (Fiat Uno), 2

Pódios
1) Gustavo Magnabosco (VW Gol), 18
2) Gustavo Mascarenhas (Fiat Uno), 11
3) Luís Carlos Ribeiro (Toyota Etios), Wanderson Freitas (VW Gol), e Juninho Berlanda (Fiat Mobi), 10
6) Peter Ferter (Toyota Etios), 9

Pontuação final
1) Gustavo Magnabosco (VW Gol), 518
2) Juninho Berlanda (Fiat Mobi), 420
3) Gustavo Mascarenhas (Fiat Uno), 415
4) Peter Ferter (Toyota Etios), 370
5) Luís Carlos Ribeiro (Toyota Etios), 358
6) Richard Heidrich (Fiat Mobi), 337

Categoria A: 25 nomes diferentes no pódio — A campanha do goiano Vitor Perillo também lhe deu o título, mas não a primazia no quesito vitórias. O piloto conquistou quatro primeiros lugares, empatando na estatística com Alexandre Bastos. Mas quem mais chegou em primeiro foi Nilton Rossoni, que ao longo da temporada competiu como parceiro de Fabrício Lançoni, Henrique Basso e Júlio Sandini. Rossoni soma seis triunfos, mas o regulamento não permite a separação das duplas (veja na ficha abaixo). Ao todo, 12 tripulações venceram corridas no campeonato.
Como na categoria Super, o campeão da categoria A se destacou pelo maior número de visitas ao pódio: Perilo somou 14 troféus. A seguir, com 11 pódios, vieram Gustavo Dal Pizzol e Guilherme Sirtoli, que competiu cinco vezes em dupla com Junior Niju. Entre pilotos solo e duplas, ao todo 25 tripulações diferentes subiram ao pódio.

Vitórias
1) Vitor Perillo (Chevrolet Onix) e Alexandre Bastos (Ford New Ka), 4
3) Willian Perillo (Chevrolet Onix) e Nilton Rossoni/Fabrício Lançoni (VW Gol),
5) Nilton Rossoni/Henrique Basso (VW Gol) e Guilherme Sirtoli/Junior Niju (VW Gol), 2

Pódios
1) Vitor Perillo (Chevrolet Onix), 14
2) Gustavo Dal Pizzol (Chevrolet Onix), 11
3) Peter Gottschalk (VW UP!), 9
4) Alexandre Bastos (Ford New Ka), 8
5) Davi Dal Pizzol (VW Gol) e Ted Barbirato (VW Gol), 7

Pontuação final
1) Vitor Perillo (Chevrolet Onix), 452 pontos
2) Guilherme Sirtoli (VW Gol), 413
3) Ted Barbirato (VW Gol), 353
4) Peter Gottschalk (VW UP!), 326
5) Davi Dal Pizzol (VW Gol), 316
6) Willian Perillo (Chevrolet Onix), 295

Categoria B: equilíbrio nos números — A classe que representa a porta de entrada do Turismo Nacional teve Glauco Tavares como campeão depois de travar disputa bastante acirrada e que só teve seu desfecho na última corrida da temporada. A bordo do Fiat Mobi, o goiano esteve entre os grandes vencedores do campeonato, com quatro triunfos na categoria B, ao lado de Dorival Gondra Jr. Os dois e mais Rafael Colombari polarizaram a estatística de pódios, com 15 troféus para cada um. Faruk Araújo veio logo a seguir, com um número também de muito respeito: foi 12 vezes ao pódio.

Vitórias
1) Glauco Tavares (Fiat Mobi) e Dorivaldo Gondra Jr. (VW UP!), 4
3) Ricardo Raimundo (Fiat Uno) e Francisco Meireles (Fiat Argo), 3
5) Alexandre Papazissis/Maurício Lobato (Hyundai HB20), Rafael Colombari (Ford New Ka), Faruk Araújo (Chevrolet Onix), Juba Giaretta/Gabi Morais (Chevrolet Onix) e Mathias De Valle (Citroën C3), 2

Pódios
1) Glauco Tavares (Fiat Mobi), Rafael Colombari (Ford New Ka) e Dorivaldo Gondra Jr. (VW UP!), 15
4) Faruk Araújo (Chevrolet Onix), 12
5) André Jacob (VW UP!) e Fábio Tokunaga (VW Gol), 8

Pontuação final
1) Glauco Tavares (Fiat Mobi), 483 pontos
2) Dorivaldo Gondra Jr. (VW UP!), 437
3) Faruk Araújo (Chevrolet Onix), 428
4) Rafael Colombari (Ford New Ka), 385
5) André Jacob (VW UP!), 346
6) Mathias De Valle (Citroën C3), 337

Sênior: recordista de pódios na temporada — A categoria dos veteranos no Turismo Nacional coroou, pela segunda vez, o londrinense André Jacob como campeão. O piloto fez valer a experiência e frequentou o pódio nada menos que 20 vezes e faturou três vitórias com o Volkswagen UP!. O maior vencedor do ano, contudo, foi Miguel Laste, com oito triunfos, sendo quatro na última etapa do campeonato, em Interlagos.

Vitórias
1) Miguel Laste (A) (Ford New Ka), 8
2) Algacir Sermann (A) (VW Gol) e Richard Heidrich (A) (VW Gol), 4
4) André Jacob (VW UP!) (B) e Beto Pontes (A) (Fiat Mobi), 3
6) Guto Baldo (A) (Ford New Ka), 2

Poles
1) André Jacob (B) (VW UP!) e Guto Baldo (A) (Ford New Ka), 2
3) Algacir Sermann (A) (VW Gol) e Richard Heidrich (A) (VW Gol), 1

Pódios
1) André Jacob (B) (VW UP!), 20
2) Miguel Laste (A) (Ford New Ka), 17
3) Beto Pontes (A) (Fiat Mobi), 15
4) Rogério Cruzeiro (B) (Ford New Ka), 13
5) Luiz Cláudio Reis (B) (Peugeot 208), 10
6) Richard Heidrich (A) (VW Gol), 8

Pontuação final
1) André Jacob (B) (VW UP!), 330
2) Miguel Laste (A) (Ford New Ka), 312
3) Rogério Cruzeiro (B) (Ford New Ka), 246
4) Beto Pontes (A) (Fiat Mobi), 231
5) Algacir Sermann (A) (VW Gol), 191
6) Luiz Claudio Reis (B) (Peugeot 208), 186

 

Contatos
Rodolpho Siqueira / Fernando Silva / Bruno Vicaria
(11) 9 5472 0163

Deixe uma resposta