Retrospectiva 2021: Honda segue perdida na MotoGP, mas vê luz no fim do túnel

A Honda venceu três vezes na temporada da MotoGP, todas com Marc Márquez, mas sai de 2021 com uma sensação amarga de que está defasada em relação às rivais

 

A Honda mais uma vez passou longe dos títulos na MotoGP. Por mais que tenha conquistado três vitórias, todas com Marc Márquez, a sensação é de que a montadora japonesa ficou no limbo durante toda a temporada e que raramente foi capaz de ser competitiva. Mesmo assim, tirou válidas lições para 2022 e consegue sonhar com um futuro mais esperançoso.

No fim, a montadora terminou o Mundial de Construtores na quarta colocação, mas muito atrás de Ducati e Yamaha, as principais rivais em anos anteriores. Entre as equipes, ficou no meio da tabela, com o quinto melhor desempenho. A segunda metade da temporada foi mais gentil, como um todo, mas deixa lições importantes para o próximo ano.

É bem verdade que as vitórias de Marc Márquez amenizaram a situação na Honda, apesar de duas delas terem acontecido em circuitos anti-horários — Sachsenring e Austin —, favorecendo assim o ombro ainda dolorido do multicampeão que voltava de lesão. A conquista em Misano, porém, mostra um cenário diferente, mas os erros marcaram o campeonato.

 

 

https://www.grandepremio.com.br/motogp/noticias/retrospectiva-2021-honda-segue-perdida-motogp-mas-ve-luz-no-fim-do-tunel/ 

Deixe uma resposta