Bagnaia lamenta perda de título, mas vê lado positivo: “Foi tudo melhor que 2020”

Francesco Bagnaia caiu no GP da Emília-Romanha e viu Fabio Quartararo conquistar antecipadamente o título da MotoGP. Mesmo assim, o italiano ainda conseguiu destacar a campanha desta temporada e apontou onde perdeu o campeonato.

 

Francesco Bagnaia chegou à MotoGP em 2019, após conquistar o título da Moto2 de maneira incontestável. Os dois primeiros anos, correndo pela Pramac, foram difíceis, com lento aprendizado da moto e até lesões. Neste ano, ganhou uma grande oportunidade na equipe de fábrica da Ducati, onde brigou pelo título até o GP da Emília-Romanha, no último fim de semana.

Quando liderava a etapa em Misano, e adiatava a decisão do título, Bagnaia perdeu o controle na curva 15 e abandonou. Com o resultado, viu o rival Fabio Quartararo conquistar antecipadamente a MotoGP em 2021 e fazer uma grande festa. Apesar do resultado negativo na Emília-Romanha, o piloto da Ducati tentou ver o lado positivo da situação.

 

“No ano passado, terminei o campeonato em 16º e, tirando duas corridas, fiquei bem para trás. Acho que este ano não era para vencer o campeonato, mas para aprender. E tudo foi melhor que o ano passado, então me sinto bem, me sinto incrível com a equipe e com a moto. Fizemos um grande trabalho e precisamos ficar felizes porque agora estamos em segundo lugar no campeonato”, afirmou Pecco. 

Deixe uma resposta