PREFEITO NOMEIA NOVA DIRETORA DA AGÊNCIA DO TRABALHADOR

A advogada Kelyn Cristina Trento de Moura é a nova diretora de Desenvolvimento Socioeconômico e Integração Regional da Secretaria Municipal de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, pasta responsável pela gestão da Agência do Trabalhador de Foz do Iguaçu. A nomeação foi publicada no Diário Oficial do Município na última sexta-feira (18).
 
Kelyn, que também é professora universitária e mestre em Direito Processual Civil, foi nomeada pelo prefeito Chico Brasileiro devido a sua atuação a frente da Diretoria de Apoio Governamental, subordinada ao Gabinete do Prefeito, cargo que exercia desde maio de 2017.
 
Através de ações estratégicas do Governo Municipal, Foz do Iguaçu tem alcançado bons resultados econômicos, o que tem propiciado o progresso e a geração de emprego e renda na cidade.
 
Para o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla, o Município passa por um momento especial de desenvolvimento: “Nós estamos reforçando as ações na Agência do Trabalhador. Este ano tem tudo para o ser o ano do desenvolvimento e da geração de emprego em Foz do Iguaçu, por isso, estamos trabalhando para melhorar o atendimento na Agência, e a nomeação da Kelyn tem um significado muito importante neste processo”, pontuou.
 
A nova diretora afirmou que está assumindo a função com o objetivo de tornar os serviços da agência mais ágeis: “Agradeço ao prefeito Chico Brasileiro e ao secretário Gilmar Piolla pela confiança. Neste novo desafio, vamos buscar oportunizar mais vagas de trabalho, parcerias com o Estado para que possamos melhorar a estrutura física da agência, oferecer um atendimento mais humanizado e com celeridade aos trabalhadores, além de incentivar o empresariado a usar mais as estruturas da Agência do Trabalhador”, disse.
 
Kelyn ainda explicou que dará continuidade ao trabalho da agência na qualificação dos trabalhadores: “Já estamos viabilizando projetos junto ao Estado e a União, a exemplo do Pronatec, para a qualificação da mão de obra”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *